Universaliza Minas transforma vida de 7 mil moradores de áreas rurais do Norte do Estado

A Copasa, por meio do programa Universaliza Minas, tem transformado a realidade dos moradores de comunidades rurais do Norte do Estado, com a oferta de água tratada e saneamento básico. Devido ao trabalho das equipes envolvidas no programa, desde o início das obras, a Companhia alcançou a marca de quase 7 mil pessoas beneficiadas em 30 localidades pertencentes a 11 municípios da região. Dessas comunidades, nove já tiveram as obras concluídas e em outras 23 localidades as intervenções estão em andamento.

Com investimentos da ordem de R$ 320 milhões em todo o Estado, a iniciativa inédita no Brasil visa garantir o acesso a água tratada e saneamento a mais de 230 mil habitantes, residentes em 400 pequenas localidades do Estado, de 156 municípios, a fim de atingir as metas do Novo Marco Legal do Saneamento até 2033.

Avanços e investimentos

O programa Universaliza Minas foi criado para atender a uma reivindicação histórica da população que vive em distritos mais afastados dos grandes centros urbanos e continuará no radar da Copasa, que planeja beneficiar outras localidades do Estado.

De acordo com o engenheiro João Paulo Lopes Rigotto, PMO Estratégico da Copasa, responsável pelo gerenciamento do programa, o Universaliza Minas cresce de forma consistente e, desde seu início, é premissa básica realizar estudos criteriosos antes da inclusão e hierarquização de novas localidades.

“Somos audaciosos em nossos objetivos e extremamente prudentes ao planejar as obras, levando saúde às pessoas ao avaliar a inclusão de novas localidades de forma justa, com critérios pré-estabelecidos, sequenciando as obras de forma equânime. Por esses motivos, é com grande satisfação e segurança que observamos o crescimento do programa desde o seu lançamento. Assumimos novos compromissos com a população com prudência e entusiasmo”, afirma.

Obras do Universaliza Minas no Norte do Estado contemplam 7 mil pessoas, em 30 localidades rurais pertencentes a 11 municípios

Rigotto destaca que, em quase um ano, o programa passou de 282 localidades previamente definidas para 414 em 156 municípios, com mais de 100 obras em andamento ou concluídas.

“O orçamento previsto para o programa é de R$ 323 milhões, o que significa um aumento de 73% do valor inicialmente definido. Estimamos que, neste momento, cerca de 230 mil pessoas em todo o Estado sejam contempladas pelo escopo do programa. Dessas, quase 40 mil, residentes em áreas fragilizadas do ponto de vista sanitário, fora dos centros urbanos, já foram atendidas”, comemora.

Comunidades atendidas

Entre as localidades norte-mineiras contempladas pelo programa estão Carrasco, Várzea Bonita, Caraíbas, Laranjeiras, Pé de Serra, Tocantins, Santana e Lapão, no município de Januária, com obras em execução, visando atender cerca de mil moradores.

Na cidade de Mato Verde, as intervenções foram concluídas nos distritos de Barra, Cristino II (Vila Cristino), Cristino II (Zé Maria), Caveira Dantas, Furadinho e Pedra Preta. Já as obras dos sistemas de abastecimento de Ingazeira, Melancias, Olhos D’água, Pau Branco, Pé do Morro, Pedra Preta, Tanquinho e Volta do Morro ainda estão sendo executadas, a fim de beneficiar 1.600 moradores.

Quem comemora os avanços alcançados pelo programa na região é o gerente regional de Januária, Edson da Mota Marinho Filho. Para o gestor, é gratificante presenciar as transformações promovidas pelo Universaliza Minas na vida dos moradores atendidos. “Garantir o acesso à água tratada em quantidade e qualidade na porta de casa de tantas pessoas possibilita a realização de sonhos quase impossíveis”, ressalta.

Quem compartilha a mesma opinião é a superintendente da Unidade de Negócio Norte (UNNT) da Copasa, Melissa Seixas Lima Figueiredo, ao afirmar que o programa possibilitou um avanço significativo na universalização dos serviços de abastecimento de água, sobretudo, para os moradores de diversas comunidades, principalmente as mais carentes. “Percebemos que a população reconhece a importância dessa conquista e está muito satisfeita com a chegada da água potável, com qualidade e em quantidade suficiente. Dessa forma, a Copasa está mudando a realidade do Norte de Minas, promovendo mais qualidade de vida, saúde e desenvolvimento para os moradores da região”, destaca.

“O programa Universaliza Minas é uma excelente iniciativa, que visa trazer água tratada para os moradores da nossa comunidade, que merecem e precisam receber água potável com qualidade. Agradeço a Copasa pelo atendimento e desejo que esse benefício se estenda e alcance cada vez mais pessoas de outras localidades da região e de todo o Estado,” ressalta Edilson Alves Ribeiro, morador da localidade de Ingazeira, no município de Mato Verde.

Universaliza Minas transforma vida de 7 mil moradores de áreas rurais do Norte do Estado

Com construção de ETE, quase 10 mil