Tecnologia melhora serviços de saneamento para 900 mil pessoas no Triângulo Mineiro

Instalado em outubro de 2022 para agilizar manutenções operacionais e assim contribuir para a melhoria constante do abastecimento de água e esgotamento sanitário, o Centro de Controle Operacional (CCO) da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) no âmbito da Unidade de Negócio Oeste (UNOE), segmento da empresa que abrange 58 municípios no Pontal,  Triângulo, Alto Paranaíba, e Noroeste Mineiro, já tem resultados visíveis e está beneficiando cerca de 900 mil mineiros nas referidas regiões.

Centro de Controle Operacional da Copasa tem beneficiado municípios no Pontal, Alto Paranaíba e Noroeste do Estado.

Desde sua implantação até fevereiro de 2024, entre manutenções preventivas e corretivas, foram registradas 1.193 ocorrências que demandaram intervenções nos sistemas de água e esgoto, contra 239 detectadas nos 12 meses antes do início do funcionamento do CCO, evidenciando a eficácia do monitoramento da operação em tempo real.

O centro é composto por diversas tecnologias que, juntas, são capazes de supervisionar, à distância, o funcionamento das captações, estações de tratamento de água (ETA) e esgoto (ETE), elevatórias – equipamentos que bombeiam a água para os imóveis e o esgoto para tratamento, boosters – unidades que controlam a pressão da água e ainda detectar a necessidade de manutenções eletromecânicas e em redes coletoras e de distribuição nos 58 municípios da região Oeste.

Carlos Henrique Santos, que integra a equipe de operadores do CCO, falou sobre como transcorrem os trabalhos na prática. “Trabalhamos de maneira proativa, analisando dados em tempo real. Por exemplo: comunicamos vazamentos antes que eles ocasionem faltas de água, identificamos possíveis problemas no bombeamento do esgoto antes que ocorram extravasamentos, dentre outras situações. Assim, podemos evitar que problemas maiores aconteçam e ajudar os técnicos de campo a tomar decisões e organizar suas atividades antecipadamente, trazendo melhor resultado e eficiência nos serviços prestados à população”.

Otimização de tempo e mão de obra

CCO está beneficiando cerca de 900 mil mineiros no Triângulo.

Antes da implantação do Centro de Controle Operacional, possíveis falhas eram descobertas durante as rondas realizadas na extensão dos sistemas pelos empregados e, posteriormente, equipes e equipamentos eram mobilizados para serem enviados ao local da intercorrência. Atualmente, com o auxílio do CCO, as falhas são detectadas antes mesmo das rondas, e as equipes já são direcionadas para o local onde é necessário regularizar a situação, agilizando as manutenções.

“Graças a essa tecnologia, conseguimos maior celeridade na realização das intervenções e, consequentemente, mão de obra para ser empregada em outras frentes de serviços”, pontuou Renato Carvalho, gerente da Unidade de Serviço de Apoio Operacional Oeste.

Investimentos

Até o momento, quase R$ 160 mil já foram investidos em melhorias do CCO na região. Além disso, câmeras de videomonitoramento também foram instaladas no âmbito da Unidade de Negócio e nas outras unidades da Companhia no Estado, um investimento total de mais de R$ 11 milhões.

Melhorias gradativas

A previsão é que em breve também sejam instaladas novas telas de monitoramento e o centro, que atualmente opera 17 horas por dia, funcione 24 horas por dia.

O centro é composto por diversas tecnologias que, juntas, são capazes de supervisionar, à distância, o funcionamento dos sistemas de abastecimento de água e esgoto.
Tecnologia melhora serviços de saneamento para 900 mil pessoas no Triângulo Mineiro

Copasa investe R$ 4,4 milhões para garantir

Tecnologia melhora serviços de saneamento para 900 mil pessoas no Triângulo Mineiro

Equipes da Copasa vão atuar em quatro