Pacto das Águas firma compromisso com preservação da microbacia do Córrego do Achado, em Santana do Paraíso

A Copasa e a Prefeitura de Santana do Paraíso, por meio do Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia), assinaram o Pacto das Águas do programa Pró-Mananciais no município. A solenidade foi realizada, no dia 12 de agosto, na sede da Escola Municipal Maria Rosa de Oliveira, situada na comunidade do Achado, em Santana do Paraíso.

Na oportunidade, foi firmado um compromisso entre a Copasa, Prefeitura, Câmara Municipal, Emater, Cenibra, Lumar South América, Martins &Amp; Paiva Engenharia e Projetos e Cipalam para a preservação de mais de 7 mil m² de área e o plantio de mais de 17 mil mudas de árvores nativas da mata atlântica até o próximo ano. O objetivo do Pró-Mananciais é recuperar e proteger 13 nascentes na microbacia hidrográfica do Córrego do Achado.

O programa visa ainda preservar as áreas de recargas dos aquíferos cujos mananciais servem para a captação dos sistemas de abastecimento público de água operados pela Copasa, por meio de ações que visem a melhoria da qualidade e quantidade de águas, favorecendo a sustentabilidade ambiental, econômica e social.

Participaram do evento representando a Copasa, o superintendente da Unidade de Negócio Leste (UNLE), Albino Campos, a supervisora administrativa socioambiental, Ivanete Xavier, os assistentes socioambientais, Erly Fernandes e José Borges, o engenheiro de manutenção e operação da gerência regional de Ipatinga, Bremes Dias, o gerente da Unidade de Apoio Administrativo Leste, Sebastião Costa e o fiscal de obras e serviços, Josué Elias de Souza.

Albino Campos destacou que o compromisso firmado representa um marco para a ampliação da preservação ambiental, melhoria da qualidade e quantidade de água disponibilizada à população de Santana do Paraíso. “Por meio do programa Pró-Mananciais, a Copasa investiu somente em 2022 cerca de R$ 14,2 milhões e nos 65 municípios contemplados no âmbito da UNLE foram investidos cerca de R$ 1,9 milhões. Parabenizamos e agradecemos a Prefeitura e todos os parceiros deste programa e agradecemos de forma muito especial os treze proprietários rurais, que chamamos carinhosamente de produtores de água, que disponibilizaram parte de suas terras para o cercamento das nascentes, visando o aumento da quantidade e a melhoria da qualidade da água do córrego do Achado que é o manancial onde a Copasa capta a água bruta para o tratamento e posterior distribuição para a população da sede urbana deste município”, enfatizou.

O prefeito do município, Bruno Morato, reforçou o comprometimento da gestão na busca de soluções que reduzam o desabastecimento e destacou a importância da assinatura do pacto. ” Estamos assumindo o compromisso de trabalhar insistentemente para solucionar questão do abastecimento em todos os bairros de Santana do Paraíso. A assinatura do Pacto das Águas vem para somar e reforçar esse compromisso que temos com os cidadãos do município”, afirmou.

Pró-Mananciais em Santana do Paraíso

Desde 2018, o Pró-Mananciais vem atuando na preservação ambiental no município de Santana do Paraíso. As ações desenvolvidas no programa foram realizadas na comunidade e microbacia do Córrego do Achado, por meio de seus proprietários e respectivas famílias, em parceria com o Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia) e as entidades integrantes.

Ao todo, já foram implantados mais de 6.683 metros de cerca em nascentes e matas ciliares, 28 quilômetros de adequação nas estradas da microbracia de captação de água da Copasa, realização do programa Chuá Socioambiental com alunos da Escola Estadual Salvelino Fernandes Madeira, com diálogos interativos e gincanas, contemplando-a com o selo “Escola amiga do meio ambiente”. Também foi realizada a pintura no muro da Escola Estadual Salvelino Fernandes Madeira e oficinas do Futuro (Muro das Lamentações, Árvore da Esperança e Caminho Adiante) na comunidade local da microbacia do Córrego do Achado.

O programa prevê ainda o plantio de 17 mil mudas para revitalização de nascentes e mata ciliar, construção de 55 fossas rurais e a construção de dois biodigestores além da implantação de 9 bebedouros para os animais, adequação de 3 quilômetros de estradas com intervenções ambientais para evitar o carreamento de resíduos no córrego e processos erosivos e o monitoramento de qualitativo/quantitativo em um ponto de coleta na microbacia do Córrego do Achado.

Pacto das Águas firma compromisso com preservação da microbacia do Córrego do Achado, em Santana do Paraíso

Mais de 120 empregados da UNCE participam

Pacto das Águas firma compromisso com preservação da microbacia do Córrego do Achado, em Santana do Paraíso

4ª edição do projeto “Boa Mesa, Boa