Copasa instala isolamento acústico em poço de Frutal

Com a finalidade de proporcionar mais qualidade de vida para os moradores que vivem nas proximidades da Estação de Tratamento de Água (ETA), em Frutal, a Copasa realizou, nos dias 21 e 22 de setembro, a instalação de uma estrutura para reduzir os ruídos gerados pela operação das torres de resfriamento instalada, no popularmente conhecido “poço de água quente”.

O material é composto por uma proteção de aço revestida com uma espuma especial. “A construção foi disposta na frente das torres. Com esse posicionamento, é possível redirecionar a entrada do ar para os resfriadores, levando à contenção dos ruídos”, explicou Júlio Cézar Silva, gerente regional Frutal.

Ainda de acordo com o gestor, os estudos das alternativas para mitigar o barulho e a contratação da empresa responsável pelo desenvolvimento da estrutura foram feitos neste segundo semestre. O investimento está avaliado em cerca de R$63 mil.

Operação do poço
O poço C-01 é uma das duas fontes de produção de água independentes de Frutal. Ele capta água subterrânea no Aquífero Guarani, um gigantesco reservatório natural que tem uma das águas mais puras do planeta.

A água chega à superfície numa temperatura média de 54º. As torres de resfriamento fazem a retirada do ar quente até que a água atinja 29º. É nesse processo que os ruídos são causados. Posteriormente ela passa por tratamento na unidade denominada tanque de contato e só depois segue para os imóveis.

A Copasa opera o sistema de abastecimento de água de Frutal desde 1976. A empresa assumiu o esgotamento sanitário da cidade em 1985. Desde então, a companhia não mede esforços para melhorar cada vez mais e cumprir o seu propósito de cuidar da água e gerar valor para as pessoas.

Estruturas foram posicionadas na frente das torres de resfriamento.

Cabo Verde é premiado por qualidade e

Copasa instala isolamento acústico em poço de Frutal

Copasa participa do 2º Seminário das Águas