Copasa participa do 2º Seminário das Águas em Areado

A equipe ambiental da Unidade de Negócio Oeste (UNOE) da Copasa participou, no dia 22 de setembro, do 2º Seminário das Águas, em Areado, distrito de Patos de Minas. O evento teve como objetivo o levantamento e o compartilhamento de ideias que podem ser aplicadas aos projetos de preservação ambiental existentes na área, a fim de zelar cada vez mais pela fauna e flora regionais.

O encontro, promovido pela ONG “Movimento Voluntários do Verde”, pela entidade ecológica “S.O.S Rio Areado” e por instituições de ensino da região, reuniu ambientalistas, moradores, estudantes e professores das escolas municipais Gino André Barbosa, da comunidade de Pindaíbas, Major Augusto Porto, de Posses do Chumbo, e da Escola Estadual Arlindo Porto, de Chumbo, todas comunidades pertencentes a Patos de Minas.

Na oportunidade, o assistente socioambiental da companhia, Fauster Bernardes, apresentou o Pró-Mananciais, programa de proteção e recuperação de microbacias hidrográficas da Copasa, que está presente em 291 municípios de Minas Gerais. “Desde 2017, a Copasa já direcionou cerca de R$ 8 milhões para a promoção de ações de preservação ambiental em 58 municípios do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba, Pontal e Noroeste do Estado. Inclusive, em 2018 e 2019, foram realizadas atividades em Areado e Pindaíbas. Devemos todos nos unir, no presente, para que no futuro nossas crianças e adolescentes tenham um planeta mais verde”, concluiu.

O encontro também contou com homenagens às pessoas que atuam em favor das causas ambientais. Crédito: Divulgação Copasa.

Um dos organizadores do evento, Nascimento Xéu, falou sobre a importância do encontro. “Reunindo todos aqueles que trabalham como agentes de transformação, é possível viabilizar novos projetos que incluem desde o plantio de mudas, a preservação da natureza e peixamentos, até expedições e outras atividades que beneficiem o meio ambiente como um todo”, destacou ele.
O evento contou, ainda, com a homenagem a membros da sociedade que são atuantes nas causas ecológicas. Também participaram do evento representantes do Instituto Estadual de Florestas (IEF), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater), da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e banco Sicoob Credipatos.

Sobre a ONG Movimento Verde
A organização foi fundada em 1997, pelo morador de Areado, Nascimento Xéu, que anos depois, passou a contar com outros parceiros ecologicamente atuantes. O objetivo é proteger as matas ciliares e reflorestar a região.

Segundo ele, desde a fundação, mais de 300 mil árvores foram plantadas, e quase 600 mil peixes foram soltos nós rios e córregos da referida área.

Segunda edição do evento reuniu grande público. Crédito: divulgação Copasa.
Copasa participa do 2º Seminário das Águas em Areado

Copasa instala isolamento acústico em poço de

Copasa participa do 2º Seminário das Águas em Areado

Copasa promove “Oficina do Sabão” com estudantes