Copasa apresenta case de sucesso sobre segurança hídrica em Encontro das Águas

Em comemoração ao Dia Mundial da Água, celebrado nesta sexta-feira (22/03), o gerente da Unidade de Serviço de Apoio Operacional Norte, Antônio Carlos Câmara Júnior, participou nesta semana, em Montes Claros, do XIV Encontro das Águas, promovido pela Associação dos Engenheiros Agrônomos do Norte de Minas (AGRONM) em parceria com o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM). Na ocasião, o gestor apresentou o case de sucesso “Ações para Segurança Hídrica no Abastecimento”.

 

Com o tema “Dia Mundial da Água: a água nos une, o clima nos move”, o evento abordou os eixos temáticos relacionados à segurança hídrica no Estado de Minas Gerais e a gestão das águas subterrâneas do Norte de Minas.

 

“As ações de segurança hídrica empreendidas pela Copasa em Montes Claros consolidaram o maior município do Norte de Minas na 16ª posição do Ranking do Saneamento, divulgado pelo Instituto Trata Brasil, em relação as 100 maiores cidades do país. Atualmente, Montes Claros ocupa o segundo lugar entre as melhores cidades saneadas do Estado de Minas Gerais e o primeiro lugar no âmbito de atuação da Copasa”, destacou Câmara.

 

O gestor discorreu sobre os investimentos realizados pela Companhia para assegurar o abastecimento de água em Montes Claros

 

Na apresentação, o gerente explicou como a Copasa, por meio da Unidade de Negócio Norte, obteve resultados tão positivos nos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Norte de Minas. O case abordou os diversos investimentos realizados pela Copasa para assegurar a segurança hídrica em Montes Claros, tais como a construção dos sistemas Pacuí e São Francisco e garantir o fornecimento de água para a população.

 

Com investimentos da ordem de R$ 264 milhões, o sistema São Francisco, inaugurado em junho de 2022, visa captar água do rio São Francisco, na cidade de Ibiaí, e, por meio de uma Estação de Tratamento de Água, 93 quilômetros de adutoras e quatro estações de bombeamento, levar a água já tratada a Montes Claros. Esse empreendimento complementa o sistema Pacuí, implantado em 2018, com recursos de R$ 88 milhões, no qual a água é captada no rio Pacuí, em Coração de Jesus e transportada até Montes Claros por meio de 56 quilômetros de adutoras. O sistema São Francisco, em conjunto com o Sistema Pacuí, permitirá maior flexibilidade operacional ao sistema de distribuição de água em Montes Claros, permitindo, durante o período chuvoso, a recuperação do sistema Verde Grande/ reservatório de Juramento.

 

Além disso, Câmara discorreu sobre a importância da alocação desses recursos, responsáveis pela permanência de grandes empresas no município, como por exemplo, a multinacional Eurofarma, que, atualmente, possui o maior investimento privado do Brasil na fábrica instalada em Montes Claros.