Equipes da Copasa concentram esforços em Porto Alegre para força-tarefa nos sistemas de abastecimento

Após restabelecer o fornecimento de água nas cidades de Muçum e Santa Tereza, profissionais atuam na capital, onde voltou a chover forte

Após uma semana de intensos trabalhos no Rio Grande do Sul, as quatro equipes da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) estão nesta segunda-feira (13/05) concentradas em Porto Alegre, capital do Estado, para auxiliar na retomada do abastecimento de água da cidade. Na última semana, os profissionais atuaram nas cidades de Muçum e Santa Tereza, locais onde o abastecimento de água foi retomado.

No entanto, as chuvas voltaram a cair forte no Rio Grande do Sul neste último final de semana, principalmente em Porto Alegre, o que fez com que as equipes se reunissem em uma força-tarefa junto à Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), entre outros órgãos, para minimizar os impactos causados à população da capital. Mesmo com pontos de inundação, os técnicos estão atuando em estações de tratamento de água em diversas regiões da cidade.

Segundo dados do Dmae, o abastecimento de água de Porto Alegre é composto por seis Estações de Tratamento de Água (ETAs), seis Estações de Bombeamento de Água Bruta (EBABs), 88 Estações de Bombeamento de Água Tratada (EBATs) e 104 reservatórios. Dos mais de 200 milhões de m³ de água tratados por ano, ao menos 88% da água é destinada ao uso residencial e distribuída por mais de 4.200 quilômetros de redes espalhadas pelas ruas de Porto Alegre.

Equipes da Copasa concentram esforços em Porto Alegre

As manutenções feitas pela Copasa incluem substituições de bombas elevatórias na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Serraria e bombas de sucção submersas para recirculação de esgoto bruto, que funciona de acordo com o nível de um sensor ultrassônico, que também estava danificado. Foi realizada a limpeza e o reparo dos equipamentos, o que fez com que a operação já esteja em funcionamento.

Solicitadas pelo Dmae, uma equipe da Copasa também esteve na Estação de Bombeamento de Água Tratada (EBAT) Xavantes. Os técnicos identificaram quais eram os equipamentos danificados e providenciaram as substituições e instalações, recuperando também a operação do sistema.

Nova remessa

Apesar das dificuldades de deslocamento e das chuvas, as equipes trabalham ininterruptamente para auxiliar o povo gaúcho quanto ao abastecimento de água tratada. A Copasa também está preparando o envio de nova remessa de mais 19.600 litros de água potável para a Região Sul, cuja necessidade aumenta a cada dia. O transporte dessas 1.400 caixas está sendo negociado.

Equipes da Copasa concentram esforços em Porto Alegre para força-tarefa nos sistemas de abastecimento

Monitoramento do nível da Barragem Rio Juramento

Equipes da Copasa concentram esforços em Porto Alegre para força-tarefa nos sistemas de abastecimento

Copasa investe R$ 6,3 milhões para ampliar