Copasa realiza treinamento sobre Programa de Eficiência Operacional para colaboradores

A Unidade de Negócio Leste (UNLE) da Copasa, promoveu na quinta-feira (29/09), o 1º de treinamento sobre 4º ciclo de treinamento sobre o Programa de Eficiência Operacional (PEO) da Companhia. Realizada na sede da unidade em Ipatinga, a capacitação contou com a participação de cerca de 30 funcionários dos setores técnico, administrativo e operacional da empresa.

Ação que busca melhoria contínua em serviços de abastecimento e esgotamento sanitário.

 

Os palestrantes do treinamento foram o engenheiro analista, Wanderson Reis, o assistente administrativo, Eduardo do Carmo, e o supervisor administrativo, Erbert Martins que integram a Unidade de Controle Administrativo de Diretoria de Operação (COAD). Essa foi a primeira visita que a equipe do COAD realizou a capacitação em uma unidade da Companhia.

O treinamento foi dividido em duas fases. A primeira englobou a parte teórica, onde foram apresentadas as diretrizes do programa. Já na segunda fase, os participantes foram divididos em grupos e visitaram a Estação de Tratamento de Água do Sistema Integrado do Vale do Aço (ETA-SIVA), no bairro Amaro Lanari, em Coronel Fabriciano, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), no bairro Limoeiro, em Timóteo, e a Agência de Atendimento, localizada no térreo do prédio da sede da UNLE, no bairro Cidade Nobre, em Ipatinga.

Colaboradores visitam a ETA-SIVA da Copasa.

 

Durante as visitas, os empregados que participaram do treinamento, fizeram análises dos questionários de avaliação que foram respondidos previamente pelos funcionários da unidade. O resultado será informado no decorrer do programa.

“O 4º ciclo do PEO teve início no dia 1º de setembro deste ano e se estenderá até em agosto de 2024. Neste período, cada unidade terá a oportunidade de realizar as melhorias propostas no ciclo. O programa está permitindo a nossa evolução enquanto profissional. Temos a responsabilidade de cuidar do nosso local de trabalho, desde a organização dos setores até a manutenção e melhorias destes espaços”, detalhou Erbert.

O gerente da Unidade de Apoio Administrativo Leste (USAL), Sebastião Pinheiro Costa, que deu início ao evento na sede da UNLE, destacou a motivação de participar e contribuir com o crescimento da empresa por meio do programa. “O PEO tem nos propiciado diretrizes para o desenvolvimento das nossas práticas de trabalho, o que nos traz segurança a sua aplicabilidade. Estamos motivados com esse novo ciclo do programa para alcançarmos a eficiência dos nossos sistemas dentro da nossa unidade”, pontuou.

A engenheira de Segurança do Trabalho da Copasa, que trabalha na UNLE, Carla Santos, também participou do treinamento e reforçou as normas de segurança e as ações que estão sendo adotadas dentro da empresa referente ao assunto.

Albino reforçou o alinhamento de informações para gerar mais conhecimento.

O superintendente da UNLE, Albino Campos, elogiou o programa e reforçou a importância dele para a obtenção da licença social. “Temos uma meta que é melhorar a conformidade regulatória com a conservação das unidades e o desempenho operacional dos nossos sistemas. Este programa possibilita que a Copasa obtenha a tão sonhada ‘licença social’ do município, contribuindo para mudar a percepção da população em relação a empresa e, por consequência, gerando valor para todas as partes interessadas. Este treinamento presencial é essencial para o alinhamento das informações, o que gera mais conhecimento para todos os participantes”, finalizou.

O que é o PEO

O PEO possibilita o diagnóstico das condições de trabalho e das ações corretivas para adequação de procedimentos e contempla conceitos de qualidade e exigências da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG), com o objetivo de melhorar o desempenho da operação, promovendo ações para o desenvolvimento sustentável e uma geração de valor.

Como funciona o programa

Criado em 2020, o Programa de Eficiência Operacional é dividido em etapas: o primeiro passo é o diagnóstico, quando empregados com conhecimento técnico específico analisam, dentre outras questões, as condições de conservação das unidades, como as Estações de Tratamento de Água (ETAs) e Esgoto (ETEs), elevatórias, reservatórios, etc. Após o diagnóstico são realizadas a padronização e a autoavaliação.

Feito isto, a validação do material é realizada pelas gerências e pelas Unidades de Negócio da Copasa. Ao final, as unidades com maior pontuação são encaminhadas ao comitê gestor, definido pela diretoria da empresa. Os sistemas com melhores resultados são reconhecidos e premiados.

O programa possui 460 perguntas cadastradas, mas apenas uma parte destas são aplicadas para cada gerência que também possui questões específicas. As opções de respostas são sim, não ou não se aplica. Durante a realização do ciclo, serão realizadas visitas cruzadas, onde interlocutores de cada gerência farão visitas em outras gerências.

Copasa realiza treinamento sobre Programa de Eficiência Operacional para colaboradores

Copasa realiza Feira Verde em Almenara e

Copasa realiza treinamento sobre Programa de Eficiência Operacional para colaboradores

Programa Chuá da Copasa promove ação de