Copasa promove ação de semeadura com estudantes em Carmo do Paranaíba

O início do mês de outubro foi marcado por um episódio inédito promovido pela equipe ambiental da Copasa no âmbito da Unidade de Negócio Oeste (UNOE): uma semeadura com estudantes do oitavo ano da Escola Estadual Professor José Hugo Guimarães, em Carmo do Paranaíba.

A ação faz parte do Chuá Socioambiental, programa da Companhia que visa à educação sanitária e ambiental a fim de formar cidadãos ambientalmente responsáveis, e contou com a ajuda de professores da instituição de ensino e com o apoio do Instituto Estadual de Florestas (IEF).

“Dentre as atividades realizadas no Chuá está a Feira Verde, uma ação que incentiva os estudantes a levarem mudas de casa e trocarem entre si durante um evento promovido com esse propósito. Mas resolvemos inovar e estimular o senso de responsabilidade nos alunos por meio do plantio de sementes que precisarão de cuidado”, explicou o assistente socioambiental Fauster Bernardes.

O IEF doou material para cultivo e sementes de espécies nativas do cerrado aos alunos, que, por sua vez, as regarão e adubarão até que se transformem em mudas e possam ser trocadas na Feira Verde. Posteriormente, a Copasa e o IEF, junto à escola, farão o plantio no município.

Para Irineu Vieira Caixeta, engenheiro florestal do IEF, entender a necessidade e compromisso que as crianças e adolescentes têm em preservar o meio ambiente contribui para o futuro. “Antigamente, o solo era explorado apenas com intuito de aumentar a produção. Hoje, percebemos que mais importante ainda é ampliar o reflorestamento. As plantas cumprem o seu papel de alimentar a fauna, influenciar no clima e favorecer as condições para vida no planeta”, destacou o profissional.

A professora de ciências biológicas da instituição, Maria Dores Souza, afirma que, para ela, participar do projeto é uma chance de proporcionar aos adolescentes que representam o futuro crescimento, aprimoramento e esperança de cidadãos mais conscientes. “Como o desmatamento dentro do Brasil está crescendo cada vez mais e por motivos cada vez mais diversos (urbanização descontrolada, agropecuária, crescimento industrial e comércio de madeira), já podemos sentir e ver as consequências dessas ações. Diante dessa realidade que foi repassada para os alunos, o fechamento do programa Chuá será a Feira Verde, onde cada muda que foi cultivada, pesquisada e estudada pelo aluno, será distribuída para a comunidade e/ou plantada nos espaços disponíveis da escola”, ressaltou. A Feira Verde ainda não tem uma data definida, irá ocorrer quando as mudas estiverem em condições de plantio.

A atuação socioambiental da Copasa integra a Agenda ESG da companhia, sigla que se refere às questões ambientais, sociais e de governança corporativa. O objetivo da Agenda ESG é reafirmar o propósito de “cuidar da água e gerar valor para as pessoas”.

Atividades são parte do Programa Chuá. Crédito: divulgação Copasa.
Copasa promove ação de semeadura com estudantes em Carmo do Paranaíba

Estudantes participam de visita técnica a ETA

Copasa promove ação de semeadura com estudantes em Carmo do Paranaíba

Após financiar mais de R$ 761 milhões,