Copasa marcou presença na Meia Maratona da Pampulha

No último domingo (30/06), a Copasa se destacou durante a “15ª Meia Maratona Internacional de Belo Horizonte”, realizada na Orla da Lagoa da Pampulha. A Companhia, como uma das patrocinadoras do evento, aproveitou o momento para divulgar as ações do Programa Reviva Pampulha para público presente.

Os voluntários da Copasa desempenharam um papel fundamental, desde a organização das atividades, a  té o trabalho realizado durante o evento. Eles abordavam os presentes, oferecendo informações detalhadas sobre o Reviva Pampulha e, ao final, convidavam os visitantes a responder um quiz sobre o Programa, premiando os participantes com brindes.

Tiago Gonzalez Miranda, gestor de Empreendimento de Grande Porte, comentou sobre a importância da participação da Copasa no evento: “Nossa presença foi uma oportunidade de mostrar à comunidade o compromisso e as ações que a Copasa tem empreendido para a recuperação da Lagoa da Pampulha. O Programa Reviva Pampulha é um exemplo dos esforços realizados para garantir a qualidade da água e a conservação dos recursos hídricos na região”, destacou.

A Copasa, com seu compromisso e engajamento, não apenas apoiou a realização do evento, mas também aproveitou a oportunidade para promover suas ações de responsabilidade socioambiental, evidenciando seu papel de liderança no desenvolvimento sustentável da região.

O Reviva Pampulha
É o Programa da Copasa com foco na universalização do atendimento do Sistema de Esgotamento Sanitário na Bacia da Pampulha. Faz parte do Programa o Plano de Ação elaborado em parceria com os Municípios de Belo Horizonte e Contagem em 2021, e homologado em março de 2023, pela Justiça Federal.

O plano prevê a interligação de 9.759 imóveis à rede de esgoto, contribuindo para eliminar o despejo de esgoto na Lagoa Pampulha, que é Patrimônio Cultural da Humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e símbolo de Belo Horizonte.

Atualmente, na Bacia da Lagoa da Pampulha cerca de 5% dos clientes não estão interligados às redes de esgoto da Copasa. Desses, 4% são denominados factíveis, ou seja, já possuem rede à disposição, mas não estão conectados. E 1% são denominados potenciais e não possuem sistema de esgotamento sanitário implantado.

No Plano de Ação, a Copasa é responsável pelas obras de infraestrutura necessárias para a interligação dos imóveis factíveis e potenciais da bacia ao sistema de esgotamento sanitário. Os municípios de Belo Horizonte e Contagem, por sua vez, tem um papel importante na notificação dos moradores que se recusam a aderir às redes disponíveis, bem como nos processos de desapropriação e licenciamento ambiental que se fizerem necessários para a implantação da infraestrutura da Copasa.

Nesse contexto, por meio do Programa Reviva Pampulha, a Copasa realiza diversas ações, como a construção de redes, obras de melhorias operacionais e monitoramento de qualidade das águas dos córregos. Essas e outras ações resultaram até março deste ano em um atendimento de 36% da meta estabelecida no Plano.

Dentre essas ações está o Reviva no Parque, que aconteceu no sábado (15/06), iniciativa em que a Copasa convidou visitantes do Parque Ecológico da Pampulha a conhecerem processos de tratamento de água na ETAF.

No próximo domingo, (07/07), a Copasa vai estar presente na corrida Circuito das Estações, em parceria com a AECO – Associação dos Empregados da Copasa

Copasa marcou presença na Meia Maratona da Pampulha

Copasa moderniza serviço de leitura e entrega

Copasa marcou presença na Meia Maratona da Pampulha

Copasa implanta tecnologia de filtros com mineral