Copasa doa 2 mil livros para escolas públicas da região Leste de Minas

Estudantes de Belo Oriente, Capelinha, Jacinto e Mutum foram beneficiados com milhares de exemplares em comemoração ao Dia Mundial do Livro
Para celebrar o Dia Mundial do Livro, comemorado em 23 abril, a Copasa iniciou nesta terça-feira a doação de aproximadamente 2 mil livros a escolas públicas no Leste mineiro. Os exemplares foram cedidos pelos colaboradores da Companhia em todo o Estado que, por meio do Programa Voluntários da Copasa, se uniram em mais esta ação para incentivar a leitura de mais de 1.900 estudantes das cidades de Belo Oriente, Capelinha, Jacinto e Mutum.
Sob coordenação da Unidade de Desenvolvimento Sustentável (USDS) e em parceria com as secretarias municipais de Educação dos municípios, a equipe da Copasa organizou a feira de doação e troca “Doe livros, doe imaginação”. Em pouco mais de vinte dias, mais de 2 mil livros foram arrecadados, beneficiando as seguintes instituições: Escola Municipal Francisco Gonçalves de Brito, em Belo Oriente; Escola Municipal Professora Luíza de Marilac Barbosa Pimenta, em Capelinha; Escola Municipal Pedro Abelardo de Almeida, em Jacinto; Escola Municipal Gentil Simões Caldeira, em Mutum.
Livros estão sendo doados nesta terça-feira (23-04), data que é comemorada o Dia Mundial do Livro. (Crédito – Assessoria – Divulgação)
Os quatro municípios contemplados por esta ação estão recebendo investimentos em saneamento, segundo explicou a gerente de Desenvolvimento Sustentável da Copasa, Luciana Barbosa. “A iniciativa valoriza os espaços públicos por meio da realização de evento aberto à comunidade, com o intuito de promover a conscientização sobre a importância da educação e do saneamento para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental dos municípios, bem como divulgar os investimentos das obras de ampliação que a Companhia está realizando nesses locais, em prol da universalização do serviço de esgotamento sanitário, melhorias e otimização nos sistemas de abastecimento de água”, afirmou.
Em Belo Oriente, por exemplo, a doação dos livros vai ser fundamental para a criação da biblioteca da escola, segundo explicou o coordenador do Programa Voluntários da Copasa, Robson Cesário de Souza. “A entrega desses livros gerou uma transformação especial na Escola Francisco Gonçalves de Brito. Nossa meta é contribuir para que os jovens se interessem e conheçam os clássicos da literatura para sua formação educacional e humana”, concluiu.
Mais de 2 mil livros foram arrecadados e estão sendo doados as escolas participantes da ação. (Crédito – Assessoria – Divulgação)
Os colaboradores da Copasa puderam realizar as doações na sede da Companhia e gerências regionais de Almenara, Caratinga, Diamantina, Ipatinga e Belo Horizonte. A campanha também contou com o apoio especial da Unidade de Educação Corporativa que, por meio da Biblioteca da Copasa, realizou a doação de mais de 200 exemplares para a campanha.
Voluntários da Copasa
Em consonância com a Agenda 2030 da ONU e também com a consecução da Política de Sustentabilidade da Companhia, o Programa Voluntários da Copasa integra o planejamento estratégico da empresa buscando alavancar a Agenda ESG, contribuir com a obtenção da Licença Social para Operar e possibilitar a atuação planejada e o engajamento dos colaboradores em ações sociais relevantes, resultando em benefícios mútuos entre a comunidade, o poder concedente, empregados e a empresa.
Copasa doa 2 mil livros para escolas públicas da região Leste de Minas

Municípios da Zona da Mata recebem equipamentos

Copasa doa 2 mil livros para escolas públicas da região Leste de Minas

Agência Móvel chega a Janaúba para facilitar