Copasa apresenta programa Pró-Mananciais para prefeitura de Onça do Pitangui

Buscando reforçar as ações de preservação do Ribeirão Onça, a Copasa apresentou o programa Pró-Mananciais para a prefeitura de Onça do Pitangui. O objetivo é promover as diversas atividades do programa no município, a fim de recuperação das nascentes e margens do manancial e, assim, garantir o abastecimento da população. A expectativa é que as intervenções ambientais comecem ainda em 2023.

A apresentação mostrou os resultados do programa na região

Para isso, a equipe socioambiental de Divinópolis se reuniu, no dia 15 de agosto, com o prefeito da cidade, Gumercindo Pereira, e o secretariado municipal para apresentar os resultados e as prerrogativas do programa na região da Gerência Regional de Divinópolis (GRDV).

O assistente socioambiental, Reginaldo Teodoro, realizou a apresentação para a prefeitura. “A iniciativa da Copasa de implantar o programa Pró-Mananciais nos municípios onde atua é de grande interesse para a comunidade, principalmente os produtores rurais, que são os primeiros a serem beneficiados e são também os primeiros a atestarem os resultados do programa. Esperamos que em Onça do Pitangui não seja diferente”, ressaltou.

A próxima etapa do programa é o monitoramento da bacia do Ribeirão Onça e criação do Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia).
Onça do Pitangui receberá ações em conjunto com os proprietários rurais.

Sobre o Pró-Mananciais
Criado em 2017, o Pró-Mananciais visa proteger e recuperar as microbacias hidrográficas e as áreas de recarga dos aquíferos utilizados na captação de água para tratamento e distribuição ao público. A iniciativa, que está presente em mais de 290 municípios em que a companhia detém a concessão dos serviços, conta com aprovação da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG).

O programa atua na mobilização da comunidade e de instituições parceiras, com o objetivo de construir coletivamente o sentimento de pertencimento da população à microbacia da região onde está inserida. Entre as principais ações estão o cercamento de áreas de proteção ambiental (APP), o plantio de mudas, a construção de barraginhas para acumulação de água da chuva e a adequação de estradas, além do treinamento e capacitação da população local e também de estudos ambientais.

A atuação socioambiental da Copasa é pautada na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e em seus respectivos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além dos dez princípios do Pacto Global. O Pró-Mananciais integra o ODS 15, que consiste em proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra, evitando a perda de biodiversidade.

O programa integra ainda a Agenda ESG da Copasa, sigla que se refere às questões ambientais, sociais e de governança corporativa. Esse termo tornou-se uma forma de se referir ao que empresas estão fazendo para serem socialmente responsáveis, ambientalmente sustentáveis e administradas de forma correta.

Copasa apresenta programa Pró-Mananciais para prefeitura de Onça do Pitangui

Copasa debate aspectos da universalização do saneamento

Copasa participa de eventos em cidades da