Copasa apresenta programa Pró-Mananciais para prefeitura de Camacho

Buscando reforçar as ações de preservação do Ribeirão Santana, a Copasa apresentou para a prefeitura de Camacho, o programa Pró-Mananciais. O objetivo é promover diversas atividades do programa no município, a fim de
recuperação das nascentes e as margens do manancial e, assim, melhorar e garantir o abastecimento dos lençóis freáticos que atendem a população. A expectativa é que as intervenções ambientais comecem ainda em 2023.

Para isso, a equipe socioambiental de Divinópolis se reuniu, no dia 25 de agosto, com o prefeito da cidade, Bruno Furtado (DEM), e a presidente da Câmara de Vereadores, Leonice Sena (PMDB), para apresentar os resultados
e as prerrogativas do programa na região da Gerência Regional de Divinópolis (GRDV).

A próxima etapa do programa é o monitoramento da bacia do Ribeirão Santana e criação do Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia), formado por representantes da comunidade do entorno do ribeirão e também da Copasa e do Poder Público e responsável por acompanhar as ações do Pró-Mananciais na bacia.

O assistente Socioambiental, Diogo Cardoso reforça que este é o começo de atividades para o futuro de Camacho. “Com início do Pró-Mananciais e formação do Colmeia é uma oportunidade de realizar e ampliar diversas ações
ambientais no município e aumentar o fornecimento de água para a população”, afirma.

Sobre o Pró-Mananciais

Criado em 2017, o Pró-Mananciais visa proteger e recuperar as microbacias hidrográficas e as áreas de recarga dos aquíferos utilizados na captação de água para tratamento e distribuição ao público. A iniciativa conta com aprovação da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG) e está presente em mais de 290 municípios em que a companhia detém a concessão dos serviços.

O programa atua na mobilização da comunidade e de instituições parceiras, com o objetivo de construir coletivamente o sentimento de pertencimento da população à microbacia da região onde está inserida. Entre as principais ações estão o cercamento de áreas de proteção ambiental (APP), o plantio de mudas, a construção de barraginhas para acumulação de água da chuva e a adequação de estradas, além do treinamento e capacitação da população local e também de estudos ambientais.

A atuação socioambiental da Copasa é pautada na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e em seus respectivos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além dos dez princípios do Pacto Global.
O Pró-Mananciais integra o ODS 15, que consiste em proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a
degradação da terra, evitando a perda de biodiversidade.

O programa integra ainda a Agenda ESG da Copasa, sigla que se refere às questões ambientais, sociais e de governança corporativa. Esse termo tornou- se uma forma de se referir ao que empresas estão fazendo para serem
socialmente responsáveis, ambientalmente sustentáveis e administradas de forma correta.

Copasa apresenta programa Pró-Mananciais para prefeitura de Camacho

Paracatu está recebendo mais R$3,6 milhões em

Copasa apresenta programa Pró-Mananciais para prefeitura de Camacho

Copasa conclui obras de abastecimento de água