Copasa apresenta balanço das ações do Pró-Mananciais em São Tiago

Representantes do setor ambiental da Copasa e do Coletivo Local do Meio Ambiente (Colmeia) se reuniram com o prefeito municipal de São Tiago, Alexandre Nonato Almeida Vivas, para apresentar um balanço das ações ambientais realizadas no município, por meio do programa Pró-Mananciais. A reunião aconteceu no dia 10 de outubro, na sede da Prefeitura Municipal.

De 2019 – ano em que o Pró-Mananciais foi implantado no município – até o final de 2022, a Copasa já investiu mais de R$ 310 mil em ações ambientais para recuperação e preservação do ribeirão Sujo, manancial utilizado pela empresa para a captação de água. Esse investimento contempla a construção de mais de 14.400 metros de cercamento para a proteção de áreas de matas; o plantio de 810 mudas de árvores; a adequação de mais de 13 mil metros de estradas rurais e a construção de 35 barraginhas.

Além destas ações, novos investimentos também já estão previstos e serão destinados para a instalação de bebedouros para animais; a construção de mais 6 mil metros de cercamento; o plantio de mais 120 mudas e 4.500 metros de terraceamento – técnica utilizada para o combate de erosões, auxiliando no escoamento das águas das chuvas.

E, a todo esse trabalho, soma-se também as ações de educação ambiental realizadas no município com foco no despertar do senso de pertencimento e responsabilidade de todos para a preservação da fauna e da flora local.

“Nós ficamos muito felizes com todo trabalho desenvolvido pelo Pró-Mananciais no município, especialmente por vermos tantos resultados positivos para a nossa comunidade e para o meio ambiente. Espero que o programa seja cada vez mais fortalecido e traga muitas outras ações para a região”, destacou o prefeito de São Tiago, Alexandre Nonato Almeida Vivas.

O integrante da equipe ambiental da Copasa, Eric Guimarães Lamounier, também reforçou a importância dessa prestação de contas e do envolvimento da prefeitura nas ações. “É fundamental mostrarmos ao poder concedente os resultados que estamos obtendo por meio do Pró-Mananciais, principalmente pelo fato da prefeitura abraçar a nossa causa e depositar toda confiança no nosso trabalho”, finalizou.

Sobre o Pró-Mananciais

Criado em 2017, o Pró-Mananciais visa proteger e recuperar as microbacias hidrográficas e as áreas de recarga dos aquíferos utilizados na captação de água para tratamento e distribuição ao público.

A iniciativa conta com aprovação da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG) e está presente em mais de 290 municípios em que a companhia detém a concessão dos serviços.

ODS e Agenda ESG

A atuação socioambiental da Copasa é pautada na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e em seus respectivos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além dos dez princípios do Pacto Global. O Pró-Mananciais integra o ODS 15 que consiste em proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra, evitando a perda da biodiversidade.

O programa integra ainda a Agenda ESG da Copasa, sigla que se refere às questões ambientais, sociais e de governança corporativa. Esse termo tornou-se uma forma de se referir ao que empresas e entidades estão fazendo para serem socialmente responsáveis, ambientalmente sustentáveis e administradas de forma correta.

Copasa apresenta balanço das ações do Pró-Mananciais em São Tiago

Copasa promove atividades com moradores da comunidade