Com investimento de R$ 190 mil, Copasa inicia ações do Pró-Mananciais em Presidente Olegário

A Copasa iniciou nesta semana as atividades que integram o cardápio do Pró-Mananciais – programa da Companhia que visa à proteção e recuperação de microbacias hidrográficas – no município de Presidente Olegário. Avaliadas em mais de R$ 190 mil, as ações serão realizadas na microbacia do ribeirão Três Barras e devem ser concluídas ainda neste ano, beneficiando toda a população de aproximadamente 19 mil habitantes.

16 km de estradas passarão por adequação.

A largada para execução dos serviços ocorreu na sede da Prefeitura Municipal. Na oportunidade, o prefeito de Presidente Olegário, Rhenys da Silva Cambraia, assinou a Autorização de Serviços Ambientais. “Foi feito um termo de cooperação técnica entre a prefeitura e a Copasa, no mês de julho, e agora vamos dar início aos trabalhos operacionais nas cinco bacias do Três Barras”, afirmou. O poder concedente está atuando ativamente ao ceder o transporte e o cascalho necessários para realização das intervenções.

Como as ações acontecerão em diferentes propriedades rurais, localizadas perto de nascentes e matas ciliares, representantes da Câmara Municipal, da Prefeitura e da Copasa também visitaram os proprietários com o intuito de coletar as autorizações para a execução dos trabalhos.

O assistente socioambiental da Copasa Fauster Bernardes explicou as atividades que serão realizadas no município. “Ao todo, 16 quilômetros de estrada passarão por adequação, a fim de reduzir o desgaste das mesmas pelas enxurradas decorrentes das chuvas. Serão construídos 130 bolsões (bacias escavadas na terra para acumular água pluvial), facilitando a infiltração no solo. Ainda serão feitos 100 bigodes (canais escavados nas laterais das estradas para conduzir água da chuva para os bolsões), o que também previne erosões causadas pelas enxurradas; e executadas 80 lombadas (elevações de terra feitas nas estradas rurais)”, concluiu.

O vice-prefeito e titular da Secretaria de Administração Pública de Presidente Olegário, Júlio Reis, falou sobre a relevância do programa e dos resultados positivos obtidos pela iniciativa. “Essas ações são de suma importância para a preservação ambiental e para a produção de água. Algumas, como as adequações de estradas, têm resultados imediatos. Outras, como a construção de bolsões, geram retorno em longo prazo, já que contribuem para a recarga dos aquíferos por meio da infiltração da água da chuva no solo. Além de conservação, o Pró-Mananciais também incentiva a conscientização e a educação ambiental. Os resultados positivos poderão ser percebidos pelas gerações atuais e futuras. Somos parceiros e temos o interesse de fomentar isso cada vez mais”, destacou.

130 bolsões serão construídos. Crédito das imagens: divulgação Câmara Municipal.

Para Neverson Aparecido Teodoro (Branco Teodoro), vereador e presidente da Câmara Municipal, este é o início de um trabalho que renderá bons frutos. “Água é vida! E com as ações desenvolvidas, a água da chuva encontra mais facilidade para adentrar o solo e ir para nascentes e ribeirões. Além disso, a população não tinha uma orientação específica sobre os cuidados com o meio ambiente. Com o Pró-Mananciais a situação tem mudado, pois o programa tem promovido a conscientização sobre a importância de preservar a natureza, de não jogar lixo e até ensinando essa pauta nas escolas por meio do Programa Chuá, de educação ambiental”, ressaltou.

Colmeia

Durante todo o processo, os serviços serão inspecionados pelo Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia), grupo formado com o objetivo de ajudar no diagnóstico e elaboração de ações que, por meio do Pró-Mananciais, contribuirão para a preservação da natureza e para segurança hídrica em longo prazo.

Integram o Colmeia de Presidente Olegário: a Copasa, a Prefeitura, a Câmara Municipal de Vereadores, a Defesa Civil, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o Rotary Club e as rádios Eldorado e Regional.

Atuação socioambiental

A atuação socioambiental da Copasa integra a Agenda ESG da Companhia, sigla que se refere às questões ambientais, sociais e de governança corporativa. O objetivo da Agenda ESG é reafirmar o propósito de “cuidar da água e gerar valor para as pessoas”.

A gestão ESG é um mecanismo de inteligência competitiva, pois colabora na aceleração dos processos de gestão e de operação. Consolida o posicionamento e as ações cruciais para atender às expectativas das partes interessadas e garantir a perenidade da Companhia, frente aos desafios ambientais e sociais dos próximos anos.

A atuação também é pautada na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e nos seus respectivos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além dos dez princípios do Pacto Global.

Na imagem, divulgada pela Prefeitura Municipal, o vereador Branco Teodoro; o assistente socioambiental Fauster Bernardes e o prefeito Rhenys Cambraia, na assinatura da autorização para execução dos serviços.
Com investimento de R$ 190 mil, Copasa inicia ações do Pró-Mananciais em Presidente Olegário

Copasa explica como solicitar ligações de água

Com investimento de R$ 190 mil, Copasa inicia ações do Pró-Mananciais em Presidente Olegário

Copasa investe quase R$ 18 milhões para