Rio Casca comemora implantação de coleta e tratamento de esgoto na cidade

Parceria entre Copasa, Prefeitura, Funasa e Fundação Renova possibilitou que população e meio ambiente sejam beneficiados pelas obras 

A Copasa, a Prefeitura de Rio Casca, a Funasa e Fundação Renova, inauguraram oficialmente na manhã deste sábado (1º/06), em Rio Casca, na Zona da Mata, o sistema de coleta e tratamento esgoto da sede do município. O empreendimento, que é um marco histórico para a cidade, foi realizado em conjunto pela Copasa, Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Fundação Renova e Prefeitura de Rio Casca. Ao todo, foram investidos aproximadamente R$ 15 milhões na obra.

A implantação do sistema de esgotamento sanitário da cidade foi possível após a Copasa elaborar os projetos das redes, interceptoras, da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Rio Casca que entrou em operação no último dia 25 de março. Desde então, cerca de 1.800 famílias na localidade passaram a ser beneficiadas com os serviços de coleta, transporte e tratamento de esgoto.

Cerca de 1.800 famílias já estão sendo beneficiadas com a coleta, transporte e tratamento de esgoto na ETE de Rio Casca.

A Companhia também deu todo o suporte técnico à prefeitura durante a execução das obras, além de realizar, entre os meses de fevereiro e maio de 2024, a 1ª etapa da obra de melhoria e ampliação do sistema de esgotamento sanitário da cidade.

Foram realizados, pelo município, investimentos com recursos financeiros não onerosos, por meio de convênios firmado com a Funasa, da ordem de R$ 10,58 milhões, e também com recursos da Fundação Renova, da ordem de R$ 4,03 milhões, para a construção de redes coletoras, interceptores, ligações prediais, estações elevatórias de esgoto, além da construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Rio Casca.

Albino Campos falando sobre os benefícios que a ETE proporcionará aos moradores de Rio Casca.

Ao representar a Copasa no evento de inauguração, o superintendente da Unidade de Negócio Leste (UNLE), Albino Júnior Batista Campos, afirmou ser muito gratificante ver, após anos, o resultado do trabalho realizado em parceria com o município e as instituições. “A inauguração da ETE de Rio Casca é um marco para os moradores da cidade, pois esta obra era muito aguardada por todos. Temos a certeza que, além de proporcionar benefícios sociais, voltados à melhoria das condições de saúde e qualidade de vida das pessoas, outro grande beneficiado será o meio ambiente mais equilibrado, com a redução significativa do esgoto in natura que era despejado nos mananciais e rio do município”, disse.

A prefeita de Rio Casca, Marleyde de Paula Mucida Miranda, não participar da solenidade por problemas pessoais e foi representada pela secretária de saúde do município, Maria do Carmo, que destacou os benefícios que a ETE já está trazendo a cidade.

“Toda vez que se investe em saneamento básico se economiza em investimento em saúde. Destaco também que ao investir em esgotamento sanitário em nosso município, estamos ajudando os rios Doce e Casca que passam em nossa cidade. Estamos ‘plantando’ saneamento básico agora para os nossos filhos e netos colherem mais saúde e qualidade de vida no futuro com um meio ambiente sustentável”, frisou.

O deputado estadual, Adriano Alvarenga, lembrou dos anos que foi prefeito na cidade e trabalhou em busca da concretização deste projeto. “Quando assumimos a prefeitura em janeiro de 2017, definimos a construção desta ETE como prioridade. Trabalhamos muito e contamos com a parceria de várias pessoas que ombrearam esta luta com a gente em busca deste objetivo. Hoje é dia de agradecermos a Deus e a todos que nos ajudaram”, enfatizou.

Já o superintendente da Funasa, Sérgio Abucater, ressaltou em sua fala que a parceria das empresas envolvidas neste projeto.  “A Funasa se sente muito honrada em participar da inauguração da ETE de Rio Casca, pois esteve lado a lado com a Copasa, da Fundação Renova e da Prefeitura desta cidade na elaboração dos projetos, realização e conclusão das obras. Além de ser muito bonito, este empreendimento é muito funcional e auxiliará à população deste município na busca do desenvolvimento”, pontuou.

Momento em que placa da inauguração da ETE foi apresentada ao público.

A solenidade de inauguração contou ainda com as presenças da gerente da Companhia em Rio Casca, Rosângela de Faria e Coelho, do deputado federal, Antônio Pinheiro Neto (Pinheirinho) e do presidente da Câmara de Vereadores de Rio Casca, Roberto Ribeiro Reis.

Outros investimentos

A Copasa iniciou em fevereiro deste ano as obras de melhorias e ampliação do sistema de esgotamento sanitário do município. A empresa aportou aproximadamente R$ 300 mil na 1ª etapa desta obra que foi realizada no bairro Céu Azul, bairro das Graças, Gameleira e em parte dos bairros Centro, Jacarandá, Cruzeiro e Irmã Dulce.

Os trabalhos nesta região contemplaram a implantação de mais de 955 metros de redes de coletas de esgoto, 50 novas ligações prediais de esgoto, a construção de 14 poços de visitas e a transferência de 250 ligações para as novas redes de esgoto. Ao término dessas obras da Copasa, que foram concluídas em maio deste ano, cerca de 45% da população de Rio Casca passou a ser atendida com a coleta, transporte e tratamento de esgoto. A Copasa continuará investindo nas obras de esgotamento sanitário no município e objetivo é alcançar 85% da cobertura deste serviço até novembro deste ano.

Com isso, além de tratar o esgoto coletado na cidade, a Copasa continuará responsável por executar todas as manutenções em redes e ligações, tais como desentupimentos, correção de vazamentos, execução de obras de melhorias, além da expansão e ampliação do sistema de esgotamento sanitário.

Além das melhorias que as obras proporcionaram, elas também colaboraram para a movimentação da economia de Rio Casca por meio da geração de emprego e renda. Foram geradas cerca de 15 vagas temporárias de emprego na cidade durante os trabalhos. 

Superintendente da UNLE, Albino Campos, falando ao público durante a solenidade de inauguração da ETE de Rio Casca.

Benefícios

O tratamento de esgoto traz benefícios diretos à população, como a erradicação de doenças de veiculação hídrica, o controle da proliferação de vetores, a melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e mudanças positivas nos aspectos urbanísticos, com a consequente valorização imobiliária e o crescimento socioeconômico da cidade e da região.

Além disso, proporciona benefícios sociais, econômicos e voltados à melhoria das condições de saúde e qualidade de vida. Entre outras vantagens, possibilita que a cidade receba o ICMS Ecológico, um meio de incentivo aos municípios para a criação de mais áreas de preservação ambiental, além de melhorar a qualidade dos espaços já existentes.

A intervenção possibilitou ainda o aumento da arrecadação do município, que recolheu os Impostos Sobre os Serviços (ISS) prestados pela empresa contratada para execução da obra.

Rio Casca comemora implantação de coleta e tratamento de esgoto na cidade

Obras de R$ 1,1 milhão da Copasa

Rio Casca comemora implantação de coleta e tratamento de esgoto na cidade

Agência Móvel da Copasa estacionará em Barra