Por meio do programa Engajar para Transformar, Copasa promoverá mobilização social em Centralina

A Copasa vai realizar, entre os dias 22 e 26 de abril, em Centralina, uma mobilização social com a população, para chamar a atenção para os benefícios do tratamento do esgoto. Durante as atividades, os representantes da empresa, devidamente uniformizados e com seus crachás de identificação, visitarão clientes daqueles imóveis que não estão conectados às redes de esgotamento sanitário da Companhia, a fim de informar que a tubulação está disponível no referido endereço e falar sobre a importância da adesão às redes coletoras para a melhoria constante da qualidade de vida de todos os centralinenses.

Atividades têm como objetivo a conscientização dos moradores quanto ao esgotamento sanitário.

“Quando o esgoto é descartado em fossas ou clandestinamente nas redes pluviais, ele causa a poluição dos lençóis freáticos e mananciais. Mas quando o cliente conecta a sua casa às redes da Copasa, temos a garantia de que esse efluente será encaminhado para a Estação de Tratamento de Esgoto e retornará para a natureza sem destruí-la”, destacou o supervisor de desenvolvimento sustentável Fernando Corrêa.

A mobilização ocorrerá toda semana, diariamente entre 8h e 18h. Também serão entregues materiais informativos que falam sobre o passo a passo para aderir às redes da Copasa, sobre a utilização correta das redes de esgoto e a importância que esse serviço tem para a sociedade.

A ação é parte do projeto Engajar para Transformar, uma iniciativa da Unidade de Desenvolvimento Sustentável (USDS) da companhia. Visa promover a aproximação entre empresa e clientes, com o objetivo de disseminar informações sobre as atividades prestadas pela empresa e seus benefícios, bem como contribuir para a melhoria gradativa da prestação de serviços.

Participarão desses trabalhos os integrantes das unidades de serviço Comercial (USCM), de Desenvolvimento Sustentável (USDS), e da Gerência Regional Frutal (GRFL), a última pertencente à Unidade de Negócio Oeste (UNOE), segmento da Copasa que atende 58 municípios no Pontal, Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste do Estado.

A Copasa está em Centralina desde 1980, quando deu início à operação de abastecimento de água no município. Em 2013, com o propósito de garantir ainda mais saúde e bem-estar aos centralinenses, a empresa assumiu também o esgotamento sanitário.

Atividades ocorrem entre 22 e 26 de abril.

Tratamento do esgoto e qualidade de vida

O tratamento do esgoto proporciona inúmeros benefícios. Para a sociedade, contribui para a melhoria da saúde da população em geral, prevenindo doenças causadas por água contaminada. Para o município, reduz gastos públicos com saúde, e melhora o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), promovendo a valorização do potencial turístico local e proporcionando maior atração de investimentos privados para a cidade. Já para o meio ambiente, favorece a despoluição de cursos hídricos, ajudando na conservação da natureza para que dela possam desfrutar as gerações atuais e futuras.

Responsabilidade socioambiental

A atuação social da Copasa integra a Agenda ESG da companhia, sigla que se refere às questões ambientais, sociais e de governança corporativa. O objetivo da Agenda ESG é reafirmar o propósito da Copasa de cuidar da água e gerar valor para as pessoas.

Sua atuação também é pautada na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e nos seus respectivos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além dos dez princípios do Pacto Global.

Por meio do programa Engajar para Transformar, Copasa promoverá mobilização social em Centralina

Monitoramento do nível da Barragem Rio Juramento