Obras de R$ 12 milhões para esgotamento sanitário avançam em Conceição do Pará

A Copasa segue realizando as obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário em Conceição do Pará, na região Centro-Oeste do Estado. Ao todo, serão investidos mais de R$ 12 milhões na construção de ligações prediais, redes coletoras, estações elevatórias e interceptores que irão transportar o efluente até as duas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) da sede do município e no distrito de Casquilho de Baixo. As intervenções devem beneficiar cerca de 5 mil habitantes da região.

Atualmente, estão sendo realizadas as obras nas redes coletoras da rua Sinfrônio Leite, no Centro de Conceição do Pará, e na comunidade de Casquilho. Ainda serão implantados mais de 3 mil metros de redes coletoras que se interligarão a mais de 5 mil metros de interceptores, que são tubulações que levam o esgoto até a ETE. Também serão construídas três estações elevatórias, que bombeiam o esgoto até a estação de tratamento, além de ligações prediais e travessias de rede.

O superintendente da Copasa na região, Eduardo Rigotto, reforçou o compromisso da Companhia com o desenvolvimento dos municípios em que opera. “Após a conclusão das obras, o esgoto produzido na sede do município e no distrito de Casquilho de Baixo será tratado e devolvido à natureza sem causar danos ao meio ambiente. A ampliação do sistema de esgotamento é parte do compromisso da Copasa com o município e seus moradores para contribuir ainda mais com a qualidade de vida e gerar valor para as pessoas”, destacou.

A previsão é que as obras sejam concluídas em 12 meses, com a geração de 30 empregos diretos e renda para a região. A Copasa também está licitando as obras do sistema de esgotamento na comunidade de Santuário, que serão iniciadas no próximo ano e, com isso, 100% da população de Conceição do Pará terá saneamento básico de qualidade.

Benefícios do tratamento de esgoto

O tratamento de esgoto proporciona benefícios sociais, econômicos e a melhoria das condições de saúde da população. Com o sistema de esgotamento sanitário, o município está habilitado a receber o ICMS Ecológico, como forma de incentivo para criação de mais áreas de preservação ambiental ou para melhoria das condições dos atuais espaços existentes, garantindo mais qualidade de vida e saúde para os moradores.

Além disso, a destinação adequada do esgoto evita propagação de doenças de veiculação hídrica, melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e proporciona mudanças positivas nos aspectos urbanísticos, com a valorização imobiliária e o crescimento socioeconômico da cidade e região.

Obras de R$ 12 milhões para esgotamento sanitário avançam em Conceição do Pará

Copasa expande investimentos em 26,6% em 2023

Obras de R$ 12 milhões para esgotamento sanitário avançam em Conceição do Pará

Copasa realiza obra de melhoria e ampliação