Copasa inicia obras para recuperar tubulação de esgoto em Montes Claros

A Copasa iniciou neste mês as obras emergenciais para a reconstrução do interceptor sanitário da rede coletora de esgoto, localizado na margem direita do córrego Vieira, próximo ao cruzamento das avenidas Deputado Esteves Rodrigues e Sidney Chaves, no bairro Vila Regina, em Montes Claros.

Investimentos de R$ 2 milhões serão aplicados nas intervenções na avenida Sidney Chaves.

Avaliadas em quase R$ 2 milhões, as intervenções irão contemplar a interceptação dos efluentes em uma rede auxiliar provisória, visando manter o fluxo dos esgotos até a Estação de Tratamento, preservando as águas do córrego Vieira. Simultaneamente, será realizada a recuperação do interceptor e, no prazo de 20 dias, a liberação parcial da via pública. Já as obras serão finalizadas até junho deste ano.

De acordo com o gerente regional de Montes Claros, Rômulo de Souza Lima, a execução da obra em caráter emergencial foi necessária devido ao rompimento do interceptor durante o período de chuvas que atingiu o município em fevereiro, situação que causou um processo erosivo na avenida Sidney Chaves e a consequente interdição da via.

“Após tomar conhecimento do fato e avaliar o impacto da ruptura da tubulação, a Companhia se mobilizou para desenvolver o projeto e contratar uma empresa especializada para executar os serviços”, explicou.

Uso indevido das redes coletoras

A Companhia alerta a população para os fatores que têm provocado danos ao sistema de esgotamento sanitário, tais como o lançamento indevido de lixo e de água das chuvas nas redes coletoras de esgoto. Grande parte dos imóveis de Montes Claros lança indevidamente água de chuva nos ramais de esgoto e redes coletoras, provocando extravasamento e refluxos, principalmente, nas partes mais baixas da cidade, uma vez que as redes foram projetadas para receber exclusivamente esgoto. O lançamento de água pluvial na rede de esgotamento sanitário é proibido e passível de multa.

O interceptor localizado na avenida Sidney Chaves é responsável por levar grandes volumes de esgoto coletado até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Quando esse volume é ampliado pela presença de águas pluviais, podem haver consequências, como a ruptura dos interceptores e o comprometimento dos processos de tratamento da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Por isso, torna-se imprescindível o apoio de todos para o uso consciente do sistema de esgotamento sanitário do município, não jogando resíduos sólidos e principalmente, evitando o lançamento de águas das chuvas no seu ramal de ligação de esgoto.

Copasa inicia obras para recuperar tubulação de esgoto em Montes Claros

Monitoramento do nível da Barragem Rio Juramento

Copasa inicia obras para recuperar tubulação de esgoto em Montes Claros

Obras da Copasa vão melhorar abastecimento de