Copasa envia equipe para ajudar a retomar operação de saneamento no Rio Grande do Sul

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) enviou, na manhã desta segunda-feira (06/05), uma equipe de 22 especialistas ao estado do Rio Grande do Sul (RS) para dar suporte na operação de saneamento nas cidades recentemente inundadas pelas fortes chuvas que têm atingido a região nos últimos dias. Junto da equipe estão indo 1.300 caixas com 70 copos cada, totalizando 18.200 litros de água potável.

Time de 22 profissionais terá como foco o tratamento de água para minimizar efeitos da tragédia.

Durante a partida da última aeronave no hangar do Corpo de Bombeiros do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, o presidente da Copasa, Guilherme Duarte, afirmou que a iniciativa é parte de um esforço conjunto com o Governo de Minas Gerais para prestar auxílio à população afetada do Rio Grande do Sul.

“São 22 técnicos neste primeiro momento, que estão indo muito focados no restabelecimento do funcionamento das estações de tratamento de água dos municípios onde vão atuar. Nosso trabalho no Rio Grande do Sul é colaborar de forma positiva com a equipe daquele estado para que a força conjunta possa dar uma capacidade de resposta mais rápida para restabelecer o abastecimento. A situação de lá é muito grave, as estações de água e as bombas ficaram submersas e, à medida que a água desce, a gente vai enfrentar um cenário de equipamentos queimados, danificados e que vão requerer uma manutenção imediata”, explicou o Duarte.

Os profissionais atuarão em diversas manutenções eletromecânicas e hidráulicas, ajudando a restabelecer painéis elétricos e quadros de comando – responsáveis por distribuir eletricidade entre os equipamentos e controlar sua operação, além de consertar conjuntos motobomba – unidades de bombeamento. “As notícias que temos são que as cidades riograndenses estão devastadas. Então, nossa equipe está indo encontrar um cenário, de fato, muito diverso no dia a dia. Estamos focados na segurança do trabalho para estejamos atentos e prevenidos, mas focados em agir de forma colaborativa”, reforçou o presidente da Companhia.

As equipes da Copasa ainda darão suporte ao tratamento da água, por meio de estudos das dosagens necessárias de produtos para tratar a água e realização de procedimentos para eliminar a turbidez (partículas sólidas) presente no líquido, alterada devido às chuvas.

Guilherme Duarte disse ainda que a equipe ficará disponível por tempo indeterminado no Rio Grande do Sul e que há previsão de envio de mais profissionais da Copasa ao estado. “Nós faremos, a partir de hoje, um acompanhamento diário das operações da nossa equipe no Rio Grande do Sul e, à medida que forem necessárias novas equipes ou até mesmo um rodízio com esta equipe que está indo, estaremos 100% à disposição daquele estado no que for preciso para minimizar os afeitos da tragédia”, concluiu.

A Copasa lamenta as tragédias pelas quais têm passado a população gaúcha e manifesta sua solidariedade, e disponibilizará todo o apoio possível para com todos do Estado do Rio Grande do Sul. A Companhia reitera que, seguindo seu propósito de cuidar da água e gerar valor para as pessoas, estará empenhada em contribuir para proporcionar maior conforto aos gaúchos.

Junto da equipe estão indo 1.300 caixas com 70 copos cada, totalizando 18.200 litros de água potável.
Copasa envia equipe para ajudar a retomar operação de saneamento no Rio Grande do Sul

Copasa investe R$ 4,4 milhões para garantir