ETE Onça recebeu 700 toneladas de resíduos durante Carnaval de Belo Horizonte

O carnaval de Belo Horizonte atraiu cerca de 5,5 milhões de foliões para as ruas da capital, segundo dados do Governo de Minas. E por trás dessa festividade houve uma preocupação crucial com o gerenciamento adequado dos resíduos, especialmente os provenientes dos banheiros químicos disponibilizados durante a folia. A Copasa, em parceria com a prefeitura de BH e Belotur, recebeu 700 toneladas de resíduos provenientes dos banheiros químicos entre os dias 27 de janeiro e 15 de fevereiro.

Até domingo (18/02) esse volume, encaminhado para a ETE Onça, localizada no bairro Ribeiro de Abreu, deve aumentar ainda mais, já que outros cortejos vão ocorrer pela cidade.

De acordo com o gerente da Unidade de Serviço de Tratamento de Esgoto Metropolitana da Copasa, Saulo Nonato, integrar esses resíduos à estação de tratamento de esgoto local é mais do que uma medida de higiene pública, “é um passo vital para preservar o meio ambiente e proteger a saúde da população”.

Ainda segundo Saulo, o descarte diretamente no sistema público de coleta de esgoto causaria impactos em decorrência do grande volume de resíduo gerado, como sobrecarga do sistema, levando a vazamentos, transbordamentos e consequentes danos ao ambiente e à saúde pública, além de ter potencial para danificar as estruturas do sistema, como tubulações e poços de visitas.

Ao aproveitar os recursos disponíveis em uma estação de tratamento de esgoto os resíduos dos banheiros químicos podem ser tratados de maneira eficaz, reduzindo o impacto ambiental e contribuindo para a conservação dos recursos hídricos.

“Em suma, a integração dos resíduos dos banheiros químicos à estação de tratamento de esgoto do Onça foi uma medida essencial para garantir a saúde pública, proteger o meio ambiente e promover a sustentabilidade durante as festividades do carnaval. Essa prática não apenas atende às demandas imediatas de gestão de resíduos, mas também reflete um compromisso contínuo da Copasa com a preservação do meio ambiente, cuidar da água e gerar valor para as pessoas”, concluiu o gerente.

ETE Onça recebeu 700 toneladas de resíduos durante Carnaval de Belo Horizonte

Em mais uma semana de atendimentos, Agência

ETE Onça recebeu 700 toneladas de resíduos durante Carnaval de Belo Horizonte

Em mutirão contra a dengue e a